Vidas contadas, histórias compartilhadas.

As autobiografias representam uma fatia crescente no mercado editorial brasileiro. Mais que uma tendência, publicar a própria história é na verdade uma terapêutica necessidade de se abrir e revelar para o mundo, no melhor estilo “você não sabe o quanto eu caminhei pra chegar até aqui”.

Os exemplos de vida contados em livros são valiosas fontes de inspiração. Além do mero registro dos acontecimentos, na dimensão espaço-tempo, a saga particular contada pelos próprios personagens contribui para a visão de um mundo real, não-ficcional e, dessa forma, mais identificada com a vida do leitor e, portanto, uma obra com propósito humanizador.
Por outro lado, expor fatos da vida privada, revelando segredos comprometedores ou episódios polêmicos acaba desestimulando potenciais escritores. A despeito disso, com uma adequada orientação profissional, aliada a uma boa dose de ousadia e coragem, é possível construir uma empolgante narrativa, sem arranhar reputações e fugir do estigma “seu passado te condena”.
A EDITORA SELO incentiva e ajuda pessoas comuns, escritores amadores e eventuais, a compartilharem suas histórias de vida. Com as novas tecnologias de comunicação cada vez mais ao alcance de todos, a tarefa de publicar um livro ficou bem menos custosa, mais simples e rápida.

A Editora SELO tem tudo para que você conte e “venda” a sua história.

Compartilhe este conteúdo